Procurar

 

Arquivo

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Quinta-feira, 18 DE Dezembro DE 2008

Consequências do Efeito de Estufa

Alteração do clima, fusão da criosfera, consequente aumento do nível das águas dos mares, aumento das áreas desérticas e diminuição das zonas de cultivo, desaparecimento de espécies e consequente alteração das cadeias alimentares.

Quinta-feira, 18 DE Dezembro DE 2008

Planeta Anão

Astro de forma arredondada que órbita em torno do Sol com massa insufeciente para possuir gravidade própria e não é dominante na sua órbita. (Ex. Plutão)

 

 

publicado por às 04:03
Quinta-feira, 18 DE Dezembro DE 2008

Correspondência de composição de meteoritos e as diferentes camadas da Terra

Supondo que estes astros são fragmentos de um hipotético planeta, é possível estabelecer uma certa relação entre a sua composição e as diferentes camadas da Terra. Meteoritos pétreos (aerólitos) corresponderiam a fragmentos das zonas mais externas (crusta e manto superior). Petroférreos (siderólitos) correspondem ao manto ainda em fase de diferenciação. Férreos (sideritos) corresponderiam ao núcleo.

 

 

Quinta-feira, 18 DE Dezembro DE 2008

Diferenciação

Fenómeno que teve origem no movimento de rotação dos protoplanetas que determinou a sua diferenciação em função da diferente densidade dos seus constituintes, sendo a zona mais densa o núcleo e até à crusta a mesma vai diminuindo.

 

 

publicado por às 04:01
Quinta-feira, 18 DE Dezembro DE 2008

A energia necesária para a actividade geológica externa da Terra provém

Sol - responsável por activar os agentes que modelam a superfície da Terra (vento,ciclo da água).


Actividade vulcânica - essencialmente pelo calor que liberta nas zonas de rifte, o que induz ao aquecimento da água do mar, o que leva ao aquecimento da atmosfera e alterações climatéricas.

 

Impactismo  - embora o efeito seja reduzido na actualidade a Terra ainda sofre impacto de alguns meteoritos.

 

 

Segunda-feira, 08 DE Dezembro DE 2008

A energia necessária para a actividade geológica interna da Terra provém :

Radioactividade - A desintegração atómica de elementos radioactivos que constituem as rochas liberta grandes quantidades de energia.

 

Do efeito das marés -  este efeito origina ciclos alternados de contracções e dilatações com consequente libertação de energia.

 

Bombardeamento primitivo - durante a fase de acreção a Terra acumulou energia no seu interior que tem vindo a libertar gradualmente.


Contracção gravitacional - Durante a formação da Terra os materiais metálicos foram atraídos em direcção ao centro o que implicou um aumento da pressão e consequente aumento de temperatura - a energia gravítica é transformada em energia térmica.

Segunda-feira, 08 DE Dezembro DE 2008

Tipos de planetas

Do ponto de vista dimensional e físico, os planetas principais são divididos em dois grupos :


Planetas Menores, Terrestres, ou Telúricos

 

Possuem pequenas dimensões (diâmetro aproximado ao da Terra), elevada densidade (maioritariamente material rochoso), poucos satélites naturais ou nenhum, movimento de rotação lento, os materiais que o constituem estão estruturados em camadas mais ou menos concêntricas.

 

São Telúricos : Mercúrio, Vénus, Terra, Marte.

 

Planetas Gigantes ou Gasosos

 

Possuem grandes dimensões (diâmetro muito superior ao da Terra), elevado número de satélites naturais, baixa densidade, movimento de rotação rápido.


São Gasosos : Júpiter, Saturno, Úrano, Neptuno.

 

 

Nota - Quanto à Localização dos planetas em relação à cintura de asteróides temos planetas interiores (telúricos) e exteriores (gasosos).

 

 

Segunda-feira, 08 DE Dezembro DE 2008

Definição de órbita

Órbita - Linha imaginária que os planetas e outros corpos celestes efectuam em torno de um outro corpo. Geralmente os planos orbitais dos planetas são próximos do plano equatorial do Sol. Os 8 planetas principais efectuam orbitas elípticas.

Quinta-feira, 04 DE Dezembro DE 2008

Movimento dos planetas

Os planetas realizam dois tipos de movimento:


  • Movimento de rotação - movimento que os planetas efectuam em torno de si mesmos.

Ex: a Terra demora aproximadamente 24 horas a realizar esse movimento que dá origem à sucessão dos dias e das noites.


Nota  - A maioria dos planetas executa o movimento de rotação no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio - sentido directo. Vénus e Urano possuem movimento retrogrado ou seja igual ao sentido dos ponteiros do relógio.

 

  • Movimento de translação - movimento que os planetas principais efectuam em torno do Sol.

Ex: A Terra executa-o em 365 dias aproximadamente, daí resultam as 4 estações.

 

Quinta-feira, 04 DE Dezembro DE 2008

O que é a Litosfera

A litosfera é constítuida pela crusta com a parte superior do manto e encontra-se subdividida em placas litosféricas. As fronteiras de placas são locais onde o movimento relativo entre elas faz com que haja grandes quantidades de energia envolvida neste processo e por isso são locais onde ocorre grande actividade vulcânica e sismica.

 

Podemos distinguir diferentes limites ou fronteiras para as placas litosféricas:

  • Limites constructivos - devido à ascenção de magma as placas afastam-se havendo formação de nova litosfera.

 

  • Limites destrutivos - quando duas placas litosféricas "colidem" isto é, têm movimento convergente ocorrendo destrição de litosfera.

 

  • Limites conservativos - quando o movimento das placas litosféricas faz com que estas deslizem lateralmente uma em relação à outra, não havendo por isso formação ou destruição de litosfera