Procurar

 

Arquivo

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

Sexta-feira, 17 DE Julho DE 2009

Evolução da Atmosfera

A atmosfera terrestre é constituída maioritariamente por azoto e oxigénio. Outros constituintes são o dióxido de carbono e gases nobres sendo a percentagem de vapor de água na parte inferior da mesma muito variável.

A composição da atmosfera actual é muito diferente da que existia há milhões de anos atrás estando a evolução desta directamente relacionada com a evolução do planeta. Inicialmente predominavam o hidrogénio e o hélio que por serem muito pouco densos eram perdidos para o espaço no decorrer do tempo. Com o ínicio da actividade vulcânica e os impactos meteóricos na superfície grandes quantidades de água, amoníaco, metano e monóxido de carbono (entre outros) foram libertos.

Em contraste com esta atmosfera alguns cientistas afirmam que a atmosfera inicial já teria oxigénio na sua constituição pois de outra forma seria difícil explicar a grande quantidade existente de óxidos metálicos na superfície do planeta. Mais tarde a fotossíntese foi o grande precursor da abundância de oxigénio na atmosfera.

publicado por às 03:16
Sexta-feira, 17 DE Julho DE 2009

Densidade da Atmosfera

O ar é mais rarefeito a maiores altitudes, isto é, tem menor densidade. A densidade (ou massa volúmica) de um corpo é igual à razão entre a massa e o respectivo volume. Exprime-se em Kg m -3 no SI, sendo vulgar utilizar g cm-3 (para sólidos e líquidos) e g dm-3 (para os gases).

A densidade relativa de um corpo é a razão entre a massa do corpo e a massa de igual volume de uma substância utilizada como termo de comparação (geralemente a água a 4,1ºC, no caso de sólidos e líquidos; no caso de gases, o ar nas mesmas condições de pressão e temperatura).

publicado por às 03:05